Os Seis: O Moinho-Fantasma


Helio do Soveral foi um dos mais marcantes autores brasileiros de obras para o público juvenil. Suas séries criaram fãs em novas gerações que nunca ouviram falar em KO Durban ou o Teatro de Mistério. Uma dessas séries foi Os Seis, indicados para leitores maiores de 9 anos. 19 livros foram lançados pela Edições de Ouro entre 1975 e 1984, escritos sob o pseudônimo Irani de Castro. Narravam as aventuras da Sociedade Secreta dos Seis, formada pelos jovens Zé Luis, Marilene, Anete, Dudu, Beto Ferrugem e o cãozinho Saci. Essas aventuras geralmente envolviam situações de mistério, o terreno no qual Helio do Soveral sempre foi um mestre.


O Memorial Soveral está colocando online um dos 19 volumes da coleção Os Seis, hoje completamente sumida das livrarias. (Agradecimento a João Victor Teixeira). Os Seis e o Moinho-Fantasma trás a seguinte sinopse na contra-capa: 


"Na Baixada de Sepetiba havia um velho moinho com uma aterrorizante característica: apesar de abandonado, funcionava toda noite de sexta-feira! Segundo os boatos que corriam, a alma do antigo proprietário, um corcunda, rondava por lá. Mas Zé Luís e a Sociedade Secreta dos Seis não acreditavam nisso, e resolvem enfrentar o moinho-fantasma..."


Você pode ler Os Seis e o Moinho-Fantasma na íntegra no Scribd, através deste link.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Teatro de Mistério, grande sucesso de Helio do Soveral na Rádio Nacional

Teatro de Mistério - O Crime do Inspetor

K.O. Durban: o super James Bond